Sobre morar longe de quem você ama

By  |  0 Comments

Hoje pela manhã me emocionei com o post da Natália Becattini no 360 Meridianos sobre perder alguém que você ama em uma viagem. Na minha primeira experiência longe de casa, quando vim morar em Londres pela primeira vez lá nos idos de 2010, meu vô Manoel estava bem doentinho, e eu passei a viagem toda com o coração apertado, com medo de não conseguir abraçar meu querido mais uma vez. Felizmente deu tempo, infelizmente não demorou para que ele se despedisse da gente e fosse brilhar em outros cantos.

Vovô Manoel - Polaroid

 

Fiquei com meu vovô na cabeça, cheia de saudade, um pouco pra baixo, até me deparar com alguém que transformou essa mesma angústia em um projeto lindo, lindo: a Lu Araújo, com o Para vovó Zu. A Lu saiu por aí, foi dar a volta ao mundo. A vovó Zu disse antes da neta partir: “Será que eu ainda vou estar aqui quando você voltar?”. A resposta: “Vó, a verdade é que eu não sei, mas aguenta firme. Enquanto isso, te mando notícias”. Ela manda mesmo. E a gente acompanha!

Instagram Para vovó Zu

Vó, não encontrei nenhum postal que pudesse realmente descrever tudo o que senti por Berlim. Berlim é plana. É uma cidade simples de entender, fácil de gostar. Aqui as pessoas gostam de reinventar utilidades. Pode ser para móveis, roupas, ruas, prédios. Berlim se tornou uma paixão. Te envio então uma vista dessa cidade cheia de história, arte, civilidade e muita criatividade. Saudade, vó! 25 de junho de 2014 #para_vovozu

Instagram Para vovó Zu

Vó, Moscou parece uma cidade de gigantes. Os prédios, as janelas, as avenidas. É tudo grandioso. Quando a gente anda pelas ruas, o lugar parece quase deserto, mas basta abrir uma porta para entrar em uma cidade cheia de vida. Mando um beijo grande pra você. 30 de junho de 2014 #para_vovozu

Instagram Para vovó Zu

Vó, este é um cartão especial. Desde criança sempre ouvi de você que gostaria de conhecer a Grécia. Pois é mesmo um país lindo, de gente generosa e atmosfera leve. Apesar da crise, apesar das buzinas de Atenas. Aqui a vida parece mais simples, as pessoas parecem mais gratas por cada dia. E a vida segue. Mando um abraço cheio de vontade de te abraçar aqui. Da sua neta. 8 de julho de 2014 #para_vovozu

Instagram Para vovó Zu

Vó, essa é uma daquelas imagens que vão ficar guardadas no coração para lembrar da simplicidade linda da vida, como uma passarada que anuncia que o dia nasceu. Uma beleza que vai enchendo os olhos de mansinho até te abraçar com todas aquelas cores, com toda aquela luz. Um beijo cheio de saudade, vó! Capadócia, 26 de julho de 2014 Feliz dia dos avós! #para_vovozu

Instagram Para vovó Zu

Vó, há 3 anos eu estava aqui no mesmo lugar, pintando em detalhes esse paraíso no coração. Voltar aqui foi ter certeza que a memória não me enganou ao longo do tempo. Cada cor estava em seu lugar, brilhante, berrante, bem como eu lembrava. E fiquei esperando por aquele rosa. Um rosa que não se mistura e só se mostra no fim de cada tarde em Ko Phi Phi. Esse rosa, vó, chega de mansinho e de repente toma conta de tudo. Invade o céu, reflete no mar. Rouba toda atenção dos olhos. Faz a gente se sentir feliz. Talvez o rosa seja a cor da gratidão. Amo você. Ko Phi Phi, 25 de setembro de 2014 #para_vovozu

De aquecer o coração. =)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *